sexta-feira, 3 de julho de 2009

Foram o Universo e a Terra criados ao mesmo tempo?

A Bíblia usa a palavra “princípio” diversas vezes e em diversos sentidos.

Segundo o relato da Criação, com que a Bíblia se inicia, “no princípio, criou Deus os céus e a terra.” (Gênesis 1:1; meu negrito). Que “princípio” foi este?

Disse Jesus: “Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.” (João 8:44; meu negrito).

“Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo.” (1 João 3:8; meu negrito).

Seriam estes dois princípios o mesmo princípio? Satanás foi criado naquele mesmo princípio em que “criou Deus os céus e a Terra” ?

Se o diabo estava presente no jardim do Éden, é porque já tinha sido criado antes de ser “atirado para a Terra, e, com ele, os seus anjos” (Apocalipse 12:9). Lúcifer, assim como os demais anjos, não moravam aqui na Terra e o princípio em que foram criados pode até ser o mesmo princípio em que “os céus e a Terra” foram criados. O texto de Ezequiel 28:15, referindo-se a satanás, afirma: “Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado até que se achou iniquidade em ti.” (meu negrito).

Existe uma passagem bíblica que esclarece que os anjos já existiam quando a Terra foi criada, ou seja, para que estes anjos tivessem lugar para morar, os céus já estavam criados. Ou seja, os momentos de criação dos céus e da Terra foram distintos, e então ficará mais claro entender que Lúcifer, como anjo que era, foi criado antes mesmo de existir a Terra.

Esta passagem está no relato de Jó: “Onde estavas tu, quando Eu lançava os fundamentos da terra? Diz-mo, se tens entendimento. Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre que estão fundadas as suas bases ou quem lhe assentou a pedra angular, quando as estrelas da alva [entenda-se: anjos], juntas, alegremente cantavam e rejubilavam todos os filhos de Deus?” (Jó 38:4-7).

Um parafuso que ainda fica frouxo nesse verso é a parte que diz “e rejubilavam todos os filhos de Deus”. Se os anjos todos juntos alegremente cantavam, quem eram estes “filhos de Deus”, aqui mencionados, que “rejubilavam”, se os próprios “fundamentos da terra” ainda estavam para ser lançados? Seres humanos? De forma alguma, uma vez que estes só foram criados depois da terra ter sido fundada. A única resposta plausível é que se tratavam de outros seres, também eles, obviamente, criados por Deus (daí “filhos de Deus”), mas que já existiam antes da criação desta Terra e dos seus habitantes! (temos aqui motivos bíblicos para acreditar em alienígenas e seres extraterrestres).

[O significado original da palavra alienígena é estrangeiro. A palavra pode ser usada ao se refererir a algo que se mostra estranho ou desconhecido. Entretanto, ao longo do século XX a palavra alienígena passou a cada vez mais designar qualquer ser vivo, inteligente ou não, proveniente de outro planeta, devido ao seu uso em obras de ficção do cinema e da literatura. Este significado foi incorporado à cultura popular e à língua oficial.]

Um fabuloso texto que encontramos no livro de Provérbios vem, de forma clara e definitiva, encerrar este assunto e esclarecer, uma vez por todas, a nossa questão inicial:

“O Senhor me possuía no início da Sua obra, antes das suas obras mais antigas. Desde a eternidade fui estabelecida, desde o princípio, antes do começo da Terra. Antes de haver abismos, eu nasci, e antes ainda de haver fontes carregadas de águas. Antes que os montes fossem firmados, antes de haver outeiros, eu nasci. Ainda Ele não tinha feito a Terra, nem as amplidões, nem sequer o princípio do pó do mundo. Quando Ele preparava os céus, aí estava eu;” (Provérbios 8:22-27; meu negrito).

Este texto fala de outro princípio, diferente do princípio da criação dos céus, onde “nem se quer o princípio do pó do mundo” havia sido criado. Podemos perceber também que antes da criação da Terra houveram “obras mais antigas”, neste caso a criação dos céus, dos anjos e de outros “filhos de Deus” não humanos.

Por falar de seres alienígenas, vamos entrar um pouco no campo da física. Nossos cientistas verificaram que “existem estrelas que emitem a sua luz há milhares ou mesmo biliões de anos” e agora ficaria fácil harmonizar esta afirmação com a criação da Terra. Estas estrelas poderiam muito bem terem sido criadas muito tempo antes da Terra e sua luz ter viajado pelo universo durante milhões ou mesmo bilhões de anos até que a Terra fosse criada e em seguida seus habitantes, e muito tempo depois esses cientistas verificarem este fato.

O que é que são milhares ou biliões de anos, comparados com a eternidade de Deus?

Mas parece que tem mais um parafuso frouxo aqui, pois as estrelas foram criadas depois da Terra. Podemos confirmar isto pelo próprio relato do Gênesis, onde no capítulo 1 versículo 2 já é dito que a Terra teria acabado de ser criada, ainda que “sem forma e vazia”. A Terra foi criada no primeiro dia juntamente com a luz, já as estrelas foram criadas no quarto dia, conforme “E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.” (Gen 1:16; meu negrito) e “E foi a tarde e a manhã, o dia quarto” (Gen 1:19; meu negrito).

Muito cuidado para não cair na besteira de pensar que os dias da criação não foram literalmente de 24 horas cada um e que do primeiro ao quarto dia poderiam ter-se passado milhares de anos. Com esta forma de pensar você está dizendo que Deus não era poderoso suficiente para fazer tudo isso em tão curto período de tempo. Este é o pensamento inicial para uma série de pensamentos que o inimigo quer que você tenha para perder a salvação.

Mas calma aí, como é que a luz de uma estrela que foi criada no quarto dia da criação pode ter viajado durante milhões ou mesmo bilhões de anos até ser vista pelos nossos cientistas, se conforme o relato bíblico a Terra possui pouco menos que 5.000 anos?

Essa expressão “e fez as estrelas” não aparece nos manuscritos mais antigos e teria sido, por isso, adicionada por um escriba no decorrer de um trabalho de cópia, talvez por esse escriba achar que, nesse texto, seria provavelmente o melhor local para se falar da criação das estrelas, cuja referência lhe parecia estar omissa (e estava mesmo).

Como texto final, gostaria de deixar o seguinte:
“ ¹ Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.
² Porque por ela os antigos alcançaram testemunho.
³ Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” (Hebreus 11:1-3; meu negrito)

Essa realidade pressupõe que tal conhecimento ultrapassa qualquer paradigma meramente racional ou científico. É pela fé que entendemos, e não apenas pela razão, porque a razão aqui torna-se claramente insuficiente para compreendermos a globalidade das obras criadas pelo Deus onipotente!

Mas uma coisa podemos saber, com base na Bíblia, e compreender de forma racional: Deus não criou tudo ao mesmo tempo, porque sendo Ele simultaneamente eterno e criador, foi manifestando em diferentes épocas sucessivas o Seu Poder criador.

Autor: Pastor Paulo Cordeiro
Resumo e idéias complementares: Anderson Luciano
Para ler a matéria completa clique aqui.

Esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe


Tradução livre:

"Alô, mãe, não estou fazendo muito quente... mas estou tomando óleo de peixe diariamente conforme você sempre recomendava."



Créditos ao site RevertendFun

Referência bíblica:
Antigo Testamento - Jonas capítulos 1 a 4

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Podemos Cozinhar Arroz, Macarrão ou Outro Alimento no Sábado?

Muitas pessoas perguntam se podem cozinhar o arroz, macarrão e outros alimentos no sábado. Há dúvidas também sobre assar alimentos, como tortas, batatas, lazanha e outros produtos.

Tanto a Bíblia quanto o Espírito de Profecia revelam de forma bem clara e direta a resposta para estas questões que na verdade todos os adventistas mais experientes sabem mas talvez relutem em praticar.

“Isto é o que disse o Senhor: Amanhã é repouso, o santo sábado do Senhor; o que quiserdes cozer no forno, cozei-o, o que quiserdes cozer em água, cozei-o em água; e tudo o que sobrar separai, guardando para a manhã seguinte.” Assim fizeram, e perceberam que ficara inalterado. E Moisés disse: “Comei-o hoje, porquanto o sábado é do Senhor; hoje, não o achareis no campo. Seis dias o colhereis, mas o sétimo dia é o sábado; nele, não haverá” (Êx 16:25, 26).

Ellen G. White escreveu inspirada por Deus: "O Senhor não é agora menos minucioso com respeito ao sábado do que quando deu essas especiais direções aos filhos de Israel. Determinou-lhes que, no sexto dia, assassem o que quisessem assar, e cozessem o que quisessem cozer, em preparo para o repouso do sábado. Aqueles que no sexto dia deixam de fazer a devida preparação para o sábado, violam o quarto mandamento e são transgressores da lei de Deus. Em Suas instruções aos israelitas, Deus proibiu assar e cozinhar no sábado. Essa proibição deve ser considerada por todos os guardadores do sábado uma solene ordem de Jeová para eles. O Senhor guardaria Seu povo da prática da glutonaria no sábado, o qual Ele separou para sagrada meditação e adoração". (Meditações Diárias - Jesus Meu Modelo, pág. 133).

Morre a adventista mais idosa do Maranhão e, talvez, do Brasil

Chamava-se Ângela Coqueiro Saraiva.

Nasceu a 3 de dezembro de 1903, e faleceu a 3 de abril de 2009, em São Luís - MA.

Teve 7 filhos, dos quais cinco estão vivos, 20 netos, 25 bisnetos e 10 trinetos.

Com 105 anos de idade, em completa senilidade, acaba de descansar no Senhor, aguardando a ressurreição dos justos na manhã gloriosa da Volta do Senhor Jesus.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Medidor de bondade

video

Deus é Genial



Senhor, esta cruz é muito pesada...
vamos cortar um pouco...




Senhor, por favor, vamos cortar um pouco mais...
Serei capaz de carregá-la melhor...



Senhor, muito obrigado...


Ihh...
Vamos usar a cruz para cruzar o abismo...



Ahh... Minha cruz é muito pequena...
Não posso atravessar...




E qualquer que não tomar a sua cruz

e vier após mim não pode ser meu discípulo.
Lucas 14:27

Não vos sobreveio tentação que não fosse humana;
mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados

além das vossas forças;
pelo contrário, juntamente com a tentação,
vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.
1 Coríntios 10:13

Bem-aventurado o homem que suporta,
com perseverança, a provação;
porque, depois de ter sido aprovado,
receberá a coroa da vida,
a qual o Senhor prometeu aos que o amam.
Tiago 1:12

segunda-feira, 29 de junho de 2009

3º Trimestre - Lição 1 - Jesus e as epístolas de João

As Epístolas do Amado:
1, 2 e 3 João

Lição 1 - Jesus e as epístolas de João


Em breve, comentários, videos e links sobre a lição do 3º trimestre, aguarde.

O programa Semente Sabatina, que trará o estudo da lição (em video) da IASD - Bento Ribeiro no Rio de Janeiro, Capital, está em pauta na comissão da igreja para tornar-se oficial.
Em breve nossos convidados estarão aqui contribuindo com seus comentários.
Aguarde!


Loved and Loving:
John's Epistles

Lição 1 - Jesus and the Johannine Letters



Também aqui alguns videos de igrejas americanas que publicam seu estudo da lição em video.